Antes de tudo, uma simples pergunta...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Curiosidades

O Saxofone mais caro do mundo


Na feira de milionários que sucedeu na Tailândia, este saxofone foi apresentado em honra do rei desse país, sendo uma peça única, muito especial e porque custa mais do que qualquer outro modelo. Este saxofone possui uma estranha combinação de diamantes com vidro, chapeado com 2,82 onças de ouro e decorado com diamantes de 2 quilates.


Inteiramente trabalhado à mão e montado em 65 horas, este maravilhoso instrumento tem valor estimado em 60 mil dólares.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Posições das notas



As posições das notas no saxofone




As notas harmónicas


As notas harmónicas ou as notas super-agudas, são notas acima da extensão sonora natural do instrumento. Hoje os saxofonistas possuem uma escala natural que vai do Lá#3 ao Fá#6.


Como é a sua construção?



- o saxofone é um instrumento fabricado em metal, geralmente em latão, com uma mecânica semelhante à do clarinete e à da flauta, é composto basicamente por um tubo cónoco com 26 orifícios que têm as aberturas controladas por 23 chaves vedadas com sapatilhas, geralmente de couro, e uma boquilha onde se acopla uma palheta, geralmente de bambu.





Como o som é produzido?



- O som do saxofone é produzido pele vibração de uma palheta, presa a uma boquilha através de um braçadeira. A variação do timbre do saxofone está directamente relacionada ao material e a dimensão em que são confeccionados a boquilha e a palheta, além, é claro, das características sonoras presentes na estrutura do corpo do instrumento.




A Palheta




A palheta é responsável por produzir a vibração que irá gerar o som do saxofone. Como dito anteriormente, a palheta é feita, geralmente, de madeira semelhante ao bambu, também chamada de cana, podendo ser encontrada ainda em forma de aglomerado, uma combinação de madeira com material sintético, ou somente de material sintético. As palhetas confeccionadas em material sintético possuem maior durabilidade em relação às outras, mas perdem no que diz respeito ao timbre e flexibildade, daí, a razão da maioria dos saxofonistas preferirem palhetas feitas apenas de cana.























A Boquilha




O som do saxofone é gerado através da vibração da palheta quando ela está presa à boquilha, por sua vez, projecta a vibração produzida para dentro do corpo do saxofone essa combinação é responsável por grande parte da caracterização sonora do inetrumento. As dimensões da boquilha contribuem para a caracterização do timbre.






quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

A Família dos Saxofones



A família dos saxofones mais utilizada actualmente é composta por:





Há, porém, outros modelos mais raros ou que foram caindo em desuso, por exemplo:


-Sopranino , em Fá ou Mi♭

-Soprano, em Dó (não transpositor)
-Mezzo-soprano, em Fá
-C "Melody", em Dó (transpositor à oitava)
-Barítono, em Mi♭
-Saxofone Baixo, em Mi♭

-Contrabaixo(Tubax), em Mi♭
-Sub-contrabaixo (Tubax), em Si♭

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

A História do Saxofone

Antoine-Joseph (Adolphe) Sax 1814-1894



O saxofone foi inventado, ao contrário de muitos outros instrumentos musicais de sopros de madeira, que tiveram um longo período de desenvolvimento, muitas derivações de instrumentos de folclore que foram gradualmente aperfeiçoados para uso em concertos, refinando a sua afinação aplicando-se pouco a pouco uma chave ou outra ao longo dos tempos.

Quem teve a maravilhosa ideia de inventar um saxofone foi o belga Antoine-Joseph Sax, mais conhecido pela alcunha de Adolphe Sax.

Adolph Sax, nasceu em Dinant, Bélgica a 6 de Novembro de 1814. O seu pai era já um construtor de instrumentos muito importante em Bruxelas e o jovem Adolphe assistiu a todas as inovações que o seu progenitor desenvolveu em vários instrumentos. Adolphe Sax aos 25 anos, foi morar em Paris e começou a trabalhar no projecto de novos instrumentos. Ao adaptar uma boquilha semelhante á do clarinete a um oficleide, sax teve a ideia de criar o saxofone. O primeiro saxofone foi construído desde 1841 até 1846, na oficina de Sax que teve lugar no Nº10 da Rua de Saint-Georges do 9ª Bairro de Paris e a data oficial da invenção do saxofone é 21 de Março de 1846.

Antoine-Joseph Sax faleceu no dia 4 de Fevereiro de 1894 e está enterrado no cemitério de Montmartre.




quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O Saxofone






Os saxofones são instrumentos transpositores, ou seja, uma nota por exemplo o Mib tocada por um saxofone cuja sua afinação seja diferente de Dó, soa diferente de um Mib tocado por um outro instrumento não transpositor, como por exemplo, um trombone. Assim sendo, para podermos ouvir uma nota equivalente ao um Dó de um piano ou de qualquer outro instrumento não transpositor, é necessário escrever notas diferentes dependendo em que tonalidade o saxofone é armado.





O saxofone é um instrumento de sopro peretencente à família de madeiras. Dado que o corpo do instrumento é feito de metal, muitas pessoas são levadas a pensar que o saxofone pertence à família dos metais. Porém a classificação dos instrumentos de sopro nada tem a ver com o material de que eles são feitos. Se assim fosse, as flautas transversais eram classificadas como instrumentos de sopro de metal, e deveriam estar colocadas, na orquestra, ao lado das trompetes e dos trombones!





A família das madeiras tem, também, um ponto de vista em comum e não é o facto de serem construídas em madeira, porque na realidade foram construídas clarinetes e oboés em metal, tal comom os saxofones e as flautas modernas. Também não é a palheta, pois os oboés e os fagotes usam uma palheta dupla e além disso, as flauras não usam nenhuma palheta. portanto, o ponto em comum nas madeiras é a forma como as diversas notas são dadas: abrindo e fechando orifícios que existem no corpo do instrumento. Nos metais, todas as notas saem pela campânula do instrumento, enquanto nas madeiras apenas e mais grave sai pela campânula e todas as outras saem por um ou mais orifícios existentes. Daí que existem surdinas para os metais e não para as madeiras.